22 de outubro de 2005

Cumplicidade

Imaginem que estou a conduzir determinado veículo na via pública. Passo por outro utente da via. Eu não sei, mas o gajo está bêbado que nem um cacho e é um potêncial causador de um acidente uns quilómetros à frente. Passo por outro utente da via. Eu não sei, mas o gajo não tem os documentos do veículo, porque provavelmente acabou de gamar o carro numa esquina qualquer. Passo por outro utente da via. Eu não sei, mas o gajo assaltou umas bombas de gasolina e está agora a fugir da polícia. Passo por outro utente da via. Eu não sei, mas o gajo tem um cadáver na mala.
Porque caralho é que eu lhes hei-de dar um jogo de luzes a avisar que há uma operação stop logo ali à frente? Ele há merdas que não se percebem.


(É verdade... vivo numa zona complicada)

4 comentários:

Pedro Pinheiro disse...

Isso é verdade, estou completamente de acordo! Aliás, eu sempre defendi essa teoria! Acho que é das cenas mais estupidas que o povinho Tuga faz!!

É bom ver que neste blog tb há cultura, tb se ensina umas cenas à malta!!

:)
Cumprimentos

Pedro Couto disse...

Este blog emana cultura descaradamente :)

zeto disse...

eu sou cultura!

Pato Suicida disse...

Eu só queria dizer uma coisa!

 
Original template by Exotic Mommie