21 de novembro de 2006

Revolta

A realidade dos laboratórios de investigação de todo o mundo:

"As pesquisas reproduziram os efeitos da exposição prolongada à poluição do ar por meio de experiências com ratos..."

"As experiências apenas foram realizadas em ratos, aos quais lhes foi retirado um gene, denominado CRH1..."

"Em experiências com ratos, onde se provoca mutação do SF-1, demonstra-se que os animais nascem com ausência total das glândulas adrenais e agenesia gonadal..."


Antecipo uma desgraça. Uma catástrofe. O possível fim da humanidade.
O massacre constante de ratos só poderá resultar na aniquilação da nossa espécie. Imaginem as gerações e gerações de ratos de laboratório que existiram até hoje. Gerações e gerações de ratos que viveram aprisionados por nós, que foram submetidos ao mais variado tipo de experiências, que viveram em cativeiro a desenvolver um ódio infindável pela raça humana. O que me preocupa é que se fazem experiências genéticas nestes animais.
Nasce um com menos um gene, outro com mais um gene, outro com um gene mutado... E é aqui que nos vamos lixar.
Um dia destes, como resultado de uma destas maravilhosas mutações, há-de nascer um super-rato. Um rato mutante com capacidades intelectuais e físicas extremamente desenvolvidas. É esse rato que vai iniciar a revolta. Conseguirá fugir e começar a recruta de ratos por todo o mundo. Ratos revoltados, sem nada a perder e que nos odeiam.
Rapidamente se reproduziriam, copulando que nem ratos, para rapidamente atingirem um ratio de 500 para 1 humano. Já tentaram lutar com 500 ratos? Eu também não, mas presumo que não conseguisse ganhar. E daí que se tivesse uma kalashnikov a coisa fosse lá. Mas de qualquer das maneiras a minha foi para arranjar e não me parece que esteja pronta antes desta revolta, que é já de amanhã a oito, segundo uns conhecimentos que eu tenho no laboratório da faculdade.
Ooops.. Já me chibei todo e já perdi o raciocínio do post. Super-rato, se estiveres a ler isto: gosto muito de ti, poupa-me neste genocídio que estás a organizar. E esta fuga de informação não foi intencional. Só não apago o post porque estou cansado e não me apetece. Espero que compreendas.

Abraço.

5 comentários:

zeto disse...

lol

Ooops.. Já me chibei todo e já perdi o raciocínio do post. Super-rato, se estiveres a ler isto: gosto muito de ti, poupa-me neste genocídio que estás a organizar. E esta fuga de informação não foi intencional. Só não apago o post porque estou cansado e não me apetece. Espero que compreendas.

lol :D

Mendes disse...

Não é por nada, mas as visitas ao laboratório e o contacto próximo com roedores lixaram-te o juízo, o qual já vimos que era escasso...

Zé Clarmonte disse...

Por favor, não deixem este homem entrar outra vez na sala dos reagentes!

Fábio Casulo disse...

a droga que fumas é mesmo boa!

esquisofrenico disse...

Há coisas fantasticas, não há?

 
Original template by Exotic Mommie