20 de novembro de 2005

Caos

A intolerância à lactose provoca diarreia e flatulência (dei isto hoje na faculdade). Após a aquisição deste conhecimento, um complexo, mas pertinente raciocínio surgiu na minha mente. Tentem acompanhar.
Um indivíduo que sofra deste problema tem a sua vida social seriamente comprometida. Se por um lado passa um tempo significativo fechado na casa de banho a cagar de esguicho, por outro sempre que tem tempo para conviver com outros indivíduos é rejeitado pela sua flatulência patológica. Estamos perante uma situação propícia ao aparecimento de uma depressão associada a uma raiva pela sociedade que o ostracizou injustamente. A consequência da depressão resulta claramente no suicídio. A consequência da raiva manifesta-se na vontade de tornar o suicídio parecido com um homicídio e incriminar alguém escolhido aleatoriamente da população circundante. E assim o faz. Alguém vai preso pelo homicídio do tal indivíduo com intolerância à lactose e deixa a sua família em profunda depressão e com raiva da sociedade injusta que levou preso o seu querido parente inocente. A consequência da depressão resulta claramente no suicídio. A consequência da raiva manifesta-se na vontade de tornar o suicídio parecido com um homicídio e incriminar alguém escolhido aleatoriamente da população circundante. Não sei se repararam que assim se criou um ciclo vicioso exponencial que pode facilmente atingir toda a população mundial. Chegaremos naturalmente ao caos global em que estamos todos mortos ou presos, o que, parecendo que não, é chato.
Basicamente o que vos quero dizer é que a intolerância à lactose, ou qualquer outro problema de saúde com os mesmos sintomas, pode facilmente levar à destruição da humanidade.

É claro que a pessoa em causa poderia deixar de tomar leite para terminar com os sintomas, mas não me quis alargar a teorias improváveis estúpidas e sem fundamento.

E são estes os meus pensamentos nas aulas teóricas.

10 comentários:

Sem0g disse...

LOOl mt bom.
pelo menos as aulas teoricas servem para formulares teorias(nao estúpidas e sem fundamento) com utilidade publica. aproveito para deixar aqui um apelo: digam NAO À LACTOSE, para o bem da humanidade!

Pato Suicida disse...

Antes de tudo: TENS AULAS AO DOMINGO!!???? =|

E eu acho que o suícido faz bem à saude! È um bom medicamento, já salvou muitas vidas! Sim à LACTOSE!

Pedro Couto disse...

iiii... Pois é. Foi no dia em que fiz o rascunho. Mas também não venhas práqui à procura de coerência. :)

Nuno Oliveira disse...

Estou esmagado por esta teoria, mt bom, mt bom! :D

Pato Suicida disse...

Realmente, não é o sitio ideal, aqui não se encontra coerencia. Por isso é que venho ca todos os dias!

pseudo-minhota disse...

Pedro Couto, faltar às aulas é bom e recomenda-se, porra. Pelo menos, quando eu lá andava, havia coisas tão interessantes para fazermos em vez de...

Pedro Couto disse...

Pois. Mas eu até vou ficando atento e vão dando jeito. E depois os gajos põe-se a fazer avaliações contínuas e tal. Devem pensar que não se tem mai nada que fazer. Os matrecos do salao d alunos sao bem mais interessantes.

TheGrimReaper disse...

realmente muito simples...porque é que ninguem se lembrou disto antes?????????

TheGrimReaper disse...

quem foi o esperto que refriu que a lactose era um medicamento????? santa ignorância

Pedro Couto disse...

O suicídio é que era um bom medicamento. Não difames o pato!! :)

 
Original template by Exotic Mommie