1 de setembro de 2005

Viva como uma mulher.

Como eu praticamente passo o ano todo de férias, e agora que as minhas férias coincidem com o resto do pessoal que por ai anda. Dei por mim a ver televisão, coisa que nunca faço porque dou prioridade a coisas mais interessantes como ler a visão enquanto arreio o calhau (enquanto cago, para quem não percebeu).

Vi que a sic tinha um programa muito giro (Não tou a falar daqueles 5 homens gays que supostamente fagam agssim, e que têm muito bom gosto em usar um sobretudo fluorescente ou forfurescente - nunca distingo - e um cachecol rosa até aos pés) falo sim do Não sei quantos lady, em que um homem vive como uma mulher.

Eu pensei para mim, porque não fazer coisas realmente interessantes como:
Viva como um habitante da Cova da Moura, no qual era necessário negociar preços, assaltar uns fiat unos, bater na moina, e fugir da moina ou até uma coisa maluca do genero Viva como Socrates, que em vez de fugir da moina era fugir de um gaijo de chicote e cabedal...

Fica a intenção...

Tou a falar de mais! (: cumprimentos.

3 comentários:

Pato Suicida disse...

quando cheguei à frase "...uma coisa maluca do...", pensei q fosses dizer do tipo, mas n, disseste "...do genero Viva como Socrates"...
Se evitaste o "tipo" propositadamente, os meus parabens, s foi sem kerer... hum... tambem, va. =)

zeto disse...

foi de proposito. tb nao curto o "yada yada yada ou não". Mas adito que uso o "do tipo" muitas x sem querer.

Sou Eu disse...

vá, vive e depois vem cá contar, sim?

 
Original template by Exotic Mommie