26 de julho de 2005

Dúvida VI

Apelo à imaginação do caro leitor para que se visualize na seguinte situação:

Está num local público. Tomemos como exemplo a praia, local onde estamos bastante expostos e onde toda a gente olha para toda a gente.
Encontra-se deitado na toalha, a trabalhar para o bronze, quando subitamente se inicia uma ligeira irritação cutânea superficial na sua zona anal, vulgarmente designada por comichão no cú. E agora? O que fazer? É esta a dúvida que coloco.

Se por um lado se tenta ignorar, acabamos por passar um mau bocado, e constatar que o sofrimento inerente a esta decisão é impossível de suportar. A sensação de irritação aumenta exponencialmente ao longo do tempo provocando, eventualmente, reacções aberrantes na pessoa em questão (desmaios, ataques de histeria, estado de choque, etc...).

Se por outro lado se procede ao acto de coçar a zona irritada, é criado um momento embaraçoso perante a comunidade circundante que nos observa atentamente com um olhar de censura. Provavelmente nunca mais se sentirá confortável naquela zona da praia, restando-lhe a opção de se levantar, sempre debaixo do olhar crítico da comunidade, e emigrar para outra zona com esperança de que não se tenham criado boatos em redor da sua pessoa.

Pondo isto, o que fazer? Porque é que a vida é tão complicada? Porquê?

10 comentários:

oiuogbvkm disse...

Essas comichões anais... O que tu queres sabes tu! LOOl!

Pedro Couto disse...

As comichões derivam do facto de ter pelos. Pelos são simbolo de masculinidade. Se não tens pelos...

pseudo-minhota disse...

Aconselho uma ida, até mais, à Praia do Meco. Ninguém liga a pelos nem a assaduras no olho do cú.

oiuogbvkm disse...

pseudo, mais uma séria candidata à citação do mês!!

Pedro Couto disse...

LOL!
Qual foi a outra?
«se foder e levar no cú é proibido, mais vale estar morta!»
Fantástica. (tive que ir aos arquivos do cogumelo! Que horror!)

Stressada disse...

Hmmmm... e que tal levantares o rabinho da toalhinha e entrares na agua gelada? Das duas tres! Ou te passa a comichão e começas a preocupar-te com o encolhimento de outra parte do corpo ou não te passa mas já podes coçar a tua vontade dando a desculpa de teres um caranguejo agarrado aos calções... or something like that whatevah

Pedro Couto disse...

Aqui está uma boa sugestão. Só que no norte a água, às vezes, é demasiado gelada. Saímos de um sofrimento e vamos para outro!

Caiê disse...

Eu ia dar, tal e qual, a sugestão da stressada! Ir à água é a solução para TUDO na praia! gelada ou morna ou quente, água até fartar! :) Tudo se desculpa naquela imensidão, 'migo!

Marraditas da Gata

Alforreco disse...

O prurido anal pode ser um sintoma do hemorroidal ou deuma fissura na região. Caso persista e se torne aquilo à volta do qual o teu dia gira, aconselho uma visita ao médico. Aconselho oftalmologista. Digo, proctologista. E só me lembro daquele clássico de rock português dos anos 80, de uma banda que ficou lendária, os nossos amigos "Mata Ratos". Não, a minha sogra não é um boi. A música já dizia, profeticamente:

Eu tenho hemorróidas
Não sei como apanhei
Fui ao médico
Meteu-me o dedo no cu
Mas as hemorróidas
Trataram-no por tu

Geniais.

Pedro Couto disse...

Se o seu dia girar à volta de uma comichão persistente no cú, aconselho a não ir à praia.

 
Original template by Exotic Mommie